Redescobrir o sentido da missão hoje, frisa presidente das POM

Abertura da Assembleia Geral das POM teve diretores nacionais conectados de diversos países; reunião segue até amanhã

Da Redação, com Agência Fides

As Pontifícias Obras Missionárias (POM) iniciaram, nesta terça-feira, 1°, sua Assembleia Anual, ainda em formato digital por causa da pandemia. No discurso de abertura, o presidente das POM, Dom Giampietro Dal Toso, convidou a ajudar a redescobrir o sentido da missão hoje.

O arcebispo expressou a esperança de que, no próximo ano, a Assembleia volte a ser presencial. Ele falou do ano que se passou, marcado pela pandemia. Um período que obrigou a adotar novas modalidades de trabalho da parte dos secretariados internacionais, de forma a evitar visitas e encontros. Também as direções nacionais se adaptaram, com maior presença nos meios de comunicação.

“Encorajo-vos, nesse sentido, a continuar com convicção neste percurso para encontrar as pessoas ali onde elas estão. É evidente que nenhuma rede social substitui o encontro pessoal, mas usemos os meios para criar contatos”, afirmou.

As direções nacionais tiveram três webinários organizados em espanhol, francês e inglês, este último com a participação de mais de 200 pessoas. Além disso, vários foram os encontros realizados em plataformas digitais.

Dom Dal Toso mencionou ainda o fundo de emergência para a covid-19 instituído no ano passado pelo Papa Francisco junto às POM. Um recurso importante, frisou, que respondeu à necessidade do momento e pôde apoiar as igrejas e comunidades em graves dificuldades.

Leia também
.: Campanha das POM ajuda 80 mil seminaristas de países de missão
.: Em mensagem às POM, Papa reitera fundamentos da missão cristã

Comemorações importantes em 2022

O arcebispo destacou ainda o papel fundamental das POM no apoio à vida das Igrejas locais. Olhando para o futuro, recordou três grandes aniversários que serão celebrados em 2022.

O primeiro são os 400 anos da fundação da Propaganda fide (Congregação para a Evangelização dos Povos). Segundo, os 200 anos de fundação da primeira Obra, a Obra para a Propagação da Fé. O terceiro, os 100 anos da elevação das Obras a Obras Pontifícias.

A essas três comemorações, o presidente das POM acrescenta ainda os 150 anos de nascimento do Beato Paolo Manna, fundador da Pontifícia União Missionária (PUM).

“Espero que tudo isso levará a Igreja a refletir sobre o sentido da missão hoje. Mas a Igreja o poderá fazer à medida em que também nós ajudaremos a redescobrir o sentido da missão como anúncio do Evangelho”.

Ele explica que tais aniversários serão celebrados em nível local, mais do que com grandes celebrações. E isso de forma a mover o espírito missionário.

Concluindo o discurso, o presidente se concentrou em considerações práticas. Entre elas, a sede da Assembleia Geral do próximo ano, o uso das mídias sociais para coleta de fundos e troca do material de animação missionária entre as direções nacionais.

A Assembleia das POM termina nesta quinta-feira, 3. 

O post Redescobrir o sentido da missão hoje, frisa presidente das POM apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Wed, 02 Jun 2021 14:47:45 +0000

Open chat