Papa pede sensibilidade com quem tem problemas de saúde mental

Papa enviou mensagem à Conferência Nacional para a Saúde Mental, promovida pelo Ministério da Saúde na Itália

Da Redação com Boletim da Santa Sé

problemas de saúde mental

Saúde mental é tema de discussão em evento promovido pelo minstério da Saúde da Itália / Foto: Wesley Almeida

O Papa Francisco enviou uma mensagem aos participantes da segunda Conferência Nacional para a Saúde Mental, promovida pelo ministério da Saúde italiano. O tema do evento, realizado nesta sexta-feira e sábado, 25 e 26, é “Para uma saúde mental de comunidade”.

O Santo Padre expressa sua estima e a da Igreja aos médicos e profissionais de saúde envolvidos neste delicado campo. Segundo o Pontífice, é um grande bem o trabalho que eles realizam ao cuidar de quem sofre por distúrbios mentais.

Confira também
.: Terapia psicológica ajuda no autoconhecimento e na saúde mental

Francisco defende um trabalho conjunto para cuidar dessa área da saúde mental. Trata-se do fortalecimento tanto do sistema de saúde, quanto o apoio a organizações envolvidas na investigação científica e a voluntários que apoiam doentes e familiares.

“Cuidar do próximo, de fato, não é só um trabalho qualificado, mas uma verdadeira missão, que se realiza plenamente quando o conhecimento científico encontra a plenitude da humanidade e se traduz em ternura que sabe aproximar e se interessar pelos outros”, disse.

Sensibilidade com quem sofre

O desejo do Papa é que o evento suscite na sociedade uma renovada sensibilidade para com quem sofre com problemas de saúde mental. E isso visando infundir maior confiança em tantas pessoas marcadas pela fragilidade.

“Trata-se também de favorecer a plena superação do estigma com que muitas vezes foi marcada a doença mental e, em geral, fazer prevalecer a cultura da comunidade sobre a mentalidade do descarte, segundo a qual se presta cuidado e atenção maior a quem leva a vantagens produtivas à sociedade, esquecendo que quantos sofrem fazem resplandecer, em sua existência ferida, a beleza irreprimível da dignidade humana”.

O Santo Padre recorda, por fim, que a pandemia colocou os profissionais de saúde diante de enormes desafios. E mostrou a necessidade de uma assistência sanitária apropriada para não deixar ninguém para trás. A Conferência vai nessa direção.

“Ao agradecer a vocês e a quantos, em vários níveis, se empenham em aliviar a dor de quem sofre, desejo exprimir meu caloroso encorajamento a prosseguir na fecunda via do cuidado solidário”, conclui.

 

O post Papa pede sensibilidade com quem tem problemas de saúde mental apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 25 Jun 2021 10:11:01 +0000

Open chat