Papa nomeia novos arcebispos para São Luís (MA) e Santa Maria (RS)

Dom Gilberto Pastana de Oliveira é o novo arcebispo de São Luís (MA); Dom Leomar Antônio Brustolin assumirá a arquidiocese de Santa Maria (RS)

Da Redação, com CNBB

novos arcebispos de são luís e de santa maria

Novos arcebispos de São Luís – Dom Gilberto (à dir.) – e de Santa Maria – Dom Leomar / Foto: Montagem – Diocese de Crato/CNBB

O Vaticano anunciou novidades para o episcopado brasileiro nesta quarta-feira, 2. O Papa Francisco nomeou novos arcebispos para São Luís (MA) e Santa Maria (RS).

No Maranhão, o novo arcebispo é Dom Gilberto Pastana de Oliveira, até então bispo de Crato (CE). Ele sucederá Dom José Belisário da Silva, que renunciou por motivo de idade.

Já no Sul, a arquidiocese de Santa Maria acolhe como novo arcebispo Dom Leomar Antônio Brustolin, até então bispo auxiliar de Porto Alegre (RS). O Papa aceitou a renúncia do então arcebispo, Dom Hélio Adelar Rubert, também por motivo de idade: completou 75 anos de idade em 11 de maio de 2020.

A Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) saudou os novos arcebispos, expressando felicitações por suas nomeações. 

Dom Gilberto Pastana

Paraense de Boim, Dom Gilberto nasceu em 29 de julho de 1956. Estudou Filosofia na Universidade Federal do Pará e no Instituto de Pastoral Regional (IPAR), onde também cursou Teologia. Sua ordenação sacerdotal ocorreu em 27 de julho de 1985, na paróquia Cristo Libertador de Santarém (PA). Dom Gilberto Pastana Oliveira é mestre em Teologia Espiritual pela Faculdade Teresianum, em Roma.
Nomeado bispo de Imperatriz (MA) pelo Papa Bento XVI, em 3 de agosto de 2005, foi ordenado no dia 28 de outubro daquele ano, na Catedral Nossa Senhora da Conceição, em Santarém (PA). Escolheu como lema episcopal “Venha o teu reino (Mt 6, 10a)”. A posse foi no dia 13 de novembro.

Durante seu ministério em Imperatriz, Dom Gilberto serviu ao Regional Nordeste 5 da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) como referencial para Liturgia, para as CEBs e os leigos, de 2005 a 2016. E entre 2010 e 2015, foi presidente do Regional.

Em 18 de maio de 2016, o Papa Francisco o nomeou bispo coadjutor da diocese de Crato. Sua apresentação aconteceu na Sé Catedral Nossa Senhora da Penha, em Crato, no dia 17 de julho de 2016. Dom Gilberto exerceu o ofício de bispo coadjutor até sua nomeação como bispo diocesano, em 28 de dezembro de 2016.
Desde 2016, dom Gilberto é bispo referencial para a Liturgia e para as CEBs no Regional Nordeste 1 da CNBB.

Dom Leomar Brustolin

Leomar Antônio Brustolin nasceu em 15 de agosto de 1967, em Caxias do Sul (RS). Cursou Filosofia na Universidade de Caxias do Sul (UCS) e Teologia pela Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul (PUCRS).

Foi ordenado presbítero em 20 de dezembro de 1992. Obteve o mestrado em Teologia Sistemática na Faculdade Jesuíta de Belo Horizonte (MG) e concluiu o doutorado em Teologia Sistemática na Pontifícia Università San Tommaso de Roma – Angelicum. Atuou na Diocese de Caxias do Sul até ser nomeado bispo auxiliar da Arquidiocese de Porto Alegre – a ordenação episcopal ocorreu em 25 de março de 2015, na sua cidade de origem, sob a presidência de Dom Jaime Spengler, arcebispo de Porto Alegre.

Na área da educação, coordenou e lecionou nos cursos de pós-graduação em Ensino Religioso e Teologia Pastoral na Universidade de Caxias do Sul e desde 2005 é professor na Faculdade de Teologia da PUCRS, onde coordena o Programa de Pós-graduação em Teologia. Tem alguns livros publicados na área da Escatologia, Mariologia, Catequese e Pastoral. Seu lema episcopal é “In Verbo Tuo”, traduzido por Na tua palavra (Lc 5,5).

Desde então, tem atuado nas seguintes frentes, bispo auxiliar da arquidiocese de Porto Alegre, bispo referencial para o Vicariato de Canoas, membro da Comissão Pastoral para a Doutrina da Fé da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB), bispo referencial para Educação e Cultura no regional Sul 3 da CNBB, coordenador e professor do Programa de Pós-graduação em Teologia da PUCRS e coordenador da Pascom da arquidiocese de Porto Alegre.

Dom Leomar é autor de vários livros e subsídios pastorais voltados para adultos e crianças, entre eles A História de Jesus Narrada às Crianças e Sob o Olhar de Guadalupe – Sinais do Céu sobre a Terra, publicados pela editora Paulus.

Dom Belisário e Dom Hélio: bispos eméritos

Com a renúncia, tanto Dom Belisário quanto Dom Hélio passam a ser bispos eméritos. Eles continuam sendo bispos, só não têm propriamente um ofício para exercer, como o comando de uma diocese. Porém continuam ativos: podem auxiliar um bispo ou assumir uma paróquia, por exemplo.

Dom Belisário é religioso franciscano da Ordem dos Frades Menores desde 1963. Foi nomeado bispo de Bacabal (MA), em 1º de dezembro de 1999. Sua ordenação episcopal, em Carmópolis, foi no dia 19 de fevereiro de 2000. A posse ocorreu um mês depois. Em 2005, dom José Belisário foi nomeado arcebispo de São Luís pelo Papa Bento XVI. Tomou posse como metropolita no dia 19 de novembro daquele ano.

Em 2011, foi eleito vice-presidente da CNBB, para o período que seguiu até 2015. Ao término, foi escolhido como delegado da CNBB no Conselho Episcopal Latino-Americano (Celam) e, na sequência, eleito vice-presidente do organismo continental. Atualmente, é bispo referencial para a Comunicação no Regional Nordeste 5 da CNBB.

Dom Hélio foi ordenado sacerdote em 18 de dezembro de 1971 em sua terra natal, Sobradinho (RS). Ele é mestre em Liturgia pelo Ateneu Santo Anselmo, em Roma. Em 4 de agosto de 1999 foi nomeado pelo Papa João Paulo II como bispo-auxiliar da arquidiocese de Vitória (ES). Sua ordenação episcopal foi em 3 de outubro do mesmo ano e seu lema episcopal é “In caritate exemplum” – Ser modelo no amor! (Tm 4, 12).

Em 24 de março de 2004, Dom Hélio foi nomeado bispo da diocese de Santa Maria. Ele é o sétimo bispo de Santa Maria e o seu primeiro arcebispo, uma vez que a diocese foi transformada, em 2011, em arquidiocese.

Agradecimento da CNBB aos bispos eméritos

A CNBB agradeceu pelo pastoreio de ambos os arcebispos. “De volta ao Estado no qual iniciou seu ministério episcopal, no contexto da Amazônia Legal, que o senhor possa dar continuidade à missão de anunciar e construir o Reino de Deus na realidade maranhense, à luz dos sonhos do Papa Francisco para a Região”, expressou a Dom Belisário uma mensagem da presidência da CNBB.

“Com a força do seu lema episcopal “Ser modelo no amor” serviu à Igreja no Brasil com a mesma alegria e determinação com a qual atingiu o ápice de montanhas, após a prática de um dos seus esportes preferidos: o alpinismo. Que essa mesma força e disponibilidade de cumprir a vontade do Senhor possam, agora, acompanhá-lo agora em sua emeritude”, foram os votos a Dom Hélio.

O post Papa nomeia novos arcebispos para São Luís (MA) e Santa Maria (RS) apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Wed, 02 Jun 2021 10:56:19 +0000

Open chat