Papa lamenta morte do Cardeal Monsengwo: homem de justiça e paz

Cardeal Monsengwo faleceu no domingo aos 82 anos; no telegrama, Papa recorda seu empenho pela Igreja

Da Redação, com Boletim da Santa Sé

O Papa Francisco enviou um telegrama de pesar pela morte do Cardeal Laurent Monsengwo Pasinya. Ele era arcebispo emérito de Kinshasa, na República Democrática do Congo, e faleceu no domingo, 11. Também fazia parte do Conselho dos Cardeais que auxilia o Papa no governo da Igreja e reforma da Cúria.

Na mensagem enviada ao arcebispo local, Cardeal Fridolin Ambongo Besungu, O.F.M, o Papa expressa suas condolências à família, aos bispos e aos fiéis da diocese. O telegrama foi divulgado nesta terça-feira, 13, pela Santa Sé. “Peço ao Pai de toda misericórdia para acolher na sua paz e na sua luz este exegeta, homem de ciência, este grande homem espiritual e este pastor intensamente dedicado ao serviço da Igreja, onde quer que tenha sido chamado”.

Francisco pontua ainda que o cardeal dedicou sua vida sacerdotal e episcopal à inculturação da fé e à opção preferencial pelos pobres. Homem de justiça, paz e unidade, envolveu-se profundamente no desenvolvimento humano integral na República Democrática do Congo.

“O Cardeal Monsengwo foi uma grande figura ouvida e respeitada na vida eclesial, social e política da nação e esteve sempre comprometido com o diálogo e a reconciliação de seu povo. A sua contribuição foi significativa para o progresso do país. Fiel e colaborador próximo em seus últimos anos, nunca deixou de dar sua contribuição para a vida de toda a Igreja”, afirmou o Santo Padre.

Francisco encerra a mensagem deixando a sua bênção apostólica a todo o povo da diocese e aos que participarão das exéquias.

O post Papa lamenta morte do Cardeal Monsengwo: homem de justiça e paz apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Tue, 13 Jul 2021 10:44:07 +0000

Open chat