Jornada Social na Europa reflete sobre família, tecnologia e ecologia

Terceira edição das Jornadas Sociais Católicas Europeias acontecerá na Eslováquia, em março

Da redação, com Boletim da Santa Sé

capa 2 Jornada Social na Europa reflete sobre família, tecnologia e ecologia

Jornada Social na Europa reflete sobre família, tecnologia e ecologia/AndrzejRembowski by Pixabay

Nesta sexta-feira, 10, aconteceu a Coletiva de Imprensa de apresentação da 3ª edição das Jornadas Sociais Católicas Europeias, que se realizará em Bratislava, na Eslováquia, 17 a 20 de março de 2022.

A iniciativa é promovida pela Comissão das Conferências Episcopais da União Europeia (COMECE), pelo Conselho das Conferências Episcopais da Europa (CCEE) e pela Conferência Episcopal Eslovaca, em colaboração com o Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral.

Estavam presentes na coletiva o arcebispo de Luxemburgo e presidente da COMECE, Cardeal Jean-Claude Hollerich, S.I., o prefeito do Dicastério para a Promoção do Desenvolvimento Humano Integral, Cardeal Peter Turkson, o arcebispo de Vilnius e presidente do CCEE, Dom Gintaras Grušas, e o arcebispo metropolitano de Bratislava e presidente da Conferência Episcopal Eslovaca, Dom Stanislav Zvolenský.

Em seu discurso, o Cardeal Jean-Claude Hollerich lembrou a crise de saúde global por ocasião da pandemia, e afirmou que a Europa agiu rapidamente, para o bem do continente e também visando os países mais pobres. Porém, as consequências da pandemia abalaram as certezas aparentes dos atuais sistemas políticos, econômicos e sociais e expuseram vulnerabilidades.

“Neste contexto, reconhecemos a necessidade de reunir a voz da Doutrina e da Prática Social Católica. E assim, doze anos após as primeiras Jornadas Sociais Católicas Europeias realizadas em Gdansk (2009) e sete anos após a segunda edição deste evento em Madrid (2014), as Terceiras Jornadas Sociais Católicas Europeias serão realizadas de 17 a 20 de março de 2022 em Bratislava”, afirmou.

O cardeal afirmou que evento será a ocasião para refletir sobre a importância da solidariedade e da justiça social numa Europa em transição.

Inspirados no Evangelho e na Doutrina Social Católica, mais de 300 delegados enviados pelas Conferências Episcopais da Europa – entre os quais jovens, acadêmicos, políticos da UE e nacionais e representantes da Igreja – se reunirão para contribuir para o processo de discernimento sobre questões sociais fundamentais no continente.

“O nosso objetivo é refletir e debater sobre o caminho a seguir para uma recuperação justa na Europa e, através desta reflexão, contribuir para o processo de reconstrução numa perspectiva cristã.”

Três transições principais

O cardeal apresentou as três transições principais que serão exploradas durante esta 3ª edição dos Dias Sociais:

“Primeiro, a transição demográfica e a vida familiar; em segundo lugar, a transição tecnológica e digital, e em terceiro, a transição ecológica.”

Vida familiar

Um dos sonhos do Papa Francisco para a Europa é “uma Europa que é uma família e uma comunidade”. A primeira sessão das Jornadas Sociais proporcionará a oportunidade de refletir sobre o sentido de comunidade e destacar a família como primeira comunidade, disse o cardeal.

“A família é o futuro da Europa e deve ser apoiada por políticas sociais adequadas para fazer face ao verdadeiro ‘inverno demográfico’.”

Será abordada também a questão do declínio populacional, a crescente divisão rural-urbana na Europa e a importância da família como núcleo da sociedade.

Tecnologia

A transição digital é um dos pilares fundamentais do plano de recuperação da UE. Os líderes da UE concordaram que pelo menos 20% dos fundos do Mecanismo de Recuperação e Resiliência, o principal instrumento do pacote de recuperação da UE, serão disponibilizados para a transição digital.

“Durante a nossa segunda sessão principal, os delegados serão convidados a analisar a transição digital e tecnológica, julgando suas implicações éticas e antropológicas, e discutindo como a digitalização pode ajudar a todos na busca por uma vida digna.”

Ecologia

A recuperação ecológica também é um pilar fundamental do plano de recuperação da UE, e o Acordo Verde Europeu está no seu cerne. Esta estratégia apoiará a ambição da UE de se tornar o primeiro continente neutro em carbono do mundo até 2050. Para tal, foram disponibilizados 30% dos fundos da UE para combater as alterações climáticas.

“No rescaldo da COP26, a terceira sessão dos Dias Sociais será a ocasião para debater sobre a necessidade urgente de uma conversão ecológica e o desafio de moldar esta transição para o benefício de todos, como uma família humana, como indicado em Laudato si.”

Futuro da Europa

Ao mesmo tempo que reflete sobre essas questões sociais fundamentais que afetam a sociedade europeia, a 3ª edição das Jornadas Sociais Católicas Europeias terá também lugar num momento crucial no final da Conferência sobre o Futuro da Europa.

“O Papa Francisco lembra a todos os cristãos que hoje temos uma grande responsabilidade e somos chamados a servir de fermento para reavivar a consciência da Europa e ajudar a gerar processos capazes de despertar novas energias na sociedade. Como cristãos, somos instados a contribuir com compromisso, coragem e determinação para todos os setores em que vivemos e trabalhamos.”

Sede do Evento

Mons. Stanislav Zvolensky agradeceu pela oportunidade de sediar o evento, e explicou detalhes da programação

“Acolhemos com agrado a oportunidade e faremos com prazer todos os esforços para fazer das Terceiras Jornadas Sociais Católicas Europeias um acontecimento útil e estimulante tanto para a Igreja Católica como para toda a sociedade europeia.”

Sociedade mais forte e integral

Mons. Gintaras Grušas afirmou o evento continua o compromisso da CCEE de trabalhar por uma sociedade europeia mais forte e integral. Este ano, o Conselho das Conferências Episcopais da Europa celebrou seu 50º aniversário, comemorado na Assembleia Jubilar em Roma, em setembro passado.

“O encontro foi uma oportunidade para analisar a situação atual na Europa e identificar os elementos mais significativos que influenciam o tecido eclesial e civil do nosso continente, ao mesmo tempo que recorda as suas raízes cristãs. Foi também uma oportunidade para renovar o nosso compromisso de construir uma Europa fundada no diálogo, na fraternidade e na amizade social na perspectiva de Fratelli Tutti e na sequência da exortação do Papa Francisco que, em Santiago de Compostela, nos convidou a trabalhar por uma um novo humanismo europeu, capaz de diálogo, integração e geração para que a Europa cresça como uma família de povos, uma terra de paz e de esperança.”

A contribuição da Igreja para a reconstrução da Europa de uma perspectiva cristã também vem através das Jornadas Sociais.

“Partindo das atuais problemáticas sociais que afetam as sociedades europeias, especialmente no contexto da pandemia de Covid-19, e conscientes de que o Evangelho oferece o critério da verdadeira laicidade que não exclui a colaboração leal e respeitosa para o bem integral da sociedade, queremos analisar aquelas questões que consideramos fundamentais para uma recuperação social, econômica e eclesial justa, trabalhando junto com os povos e governos europeus, para uma recuperação que não deixa ninguém para trás.”

O post Jornada Social na Europa reflete sobre família, tecnologia e ecologia apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 10 Dec 2021 14:30:07 +0000