Instituto para as Obras de Religião publica balanço 2020

Instituto para as Obras de Religião publicou, pelo nono ano consecutivo, o balanço no Relatório anual

Da redação, com Vatican News

bandeira vaticano cidade Bohumil Petrik CNA Instituto para as Obras de Religião publica balanço 2020

Instituto para as Obras de Religião publica balanço 2020 /Foto: Bohumil Petrik – CNA

Em 27 de abril passado, o Conselho de Superintendência do IOR (Instituto para as Obras de Religião) aprovou por unanimidade o balanço de 2020. O Instituto o anunciou com um comunicado.

De acordo com o Estatuto, transmitiu o documento à Comissão cardinalícia destacando a solidez e alta qualidade dos dados financeiros (nível de patrimônio e de liquidez) e sua conformidade com os mais altos padrões internacionais. Em linha com as indicações de Sua Santidade o Papa Francisco, a Comissão cardinalícia deliberou a distribuição dos lucros, devolvendo 75% deles ao Santo Padre ou a entidades específicas e destinando os 25% restantes ao incremento do patrimônio de acordo com o contínuo desenvolvimento do Instituto e com sua missão de serviço à Igreja católica a longo prazo.

2020

“Em 2020, um ano particularmente desafiador para a economia global, o Instituto continuou a assegurar serviços financeiros de qualidade ao Estado da Cidade do Vaticano e à Igreja católica presente em todo o mundo. Além disso, o Instituto continuou em seu compromisso máximo de assegurar a adesão plena e contínua aos princípios e à doutrina social da Igreja católica em todas as suas atividades operacionais e em particular, como prioridade, nos processos de gestão e nas políticas de investimento de seu próprio patrimônio e de seus clientes.”

Os principais dados financeiros para 2020 são estes: “5,0 bilhões de euros em depósitos de clientes, dos quais 3,3 bilhões de euros referem-se à gestão de ativos e custódia de títulos; 36,4 milhões de euros em lucro líquido, resultado do processo de investimento baseado em risco consistente com a ética católica aplicada à gestão de seus ativos; 645,9 milhões de euros o patrimônio em 31 de dezembro de 2020, líquidos da distribuição de lucros e considerando a alocação para a reserva de capital decidida pela Comissão cardinalícia”.

Durante 2020, o IOR continuou reforçando o grupo de dirigentes e “aumentou os investimentos IT, incluindo um programa de desenvolvimento para aumentar a resiliência da infraestrutura tecnológica e reduzir os riscos informáticos”.

O presidente do Instituto, Jean-Baptiste de Franssu, havia antecipado ao diário econômico italiano Il Sole 24Ore, nas bancas de jornal desta manhã, alguns dados positivos do balanço.

O post Instituto para as Obras de Religião publica balanço 2020 apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 11 Jun 2021 12:53:49 +0000

Open chat