Instituto missionário propaga devoção a Virgem de Guadalupe e sua missão

Diante da proximidade da Solenidade de Nossa Senhora de Guadalupe – celebrada neste domingo, 12, conheça a Missão Guadalupe fundada pelo padre Carlos Naldi

Julia Beck
Da redação

padre carlos naldi missão guadalupe Instituto missionário propaga devoção a Virgem de Guadalupe e sua missão

Padre Carlos Naldi diante de uma imagem de Nossa Senhora de Guadalupe/ Foto: Missão Guadalupe

Padroeira do México e da América Latina, Nossa Senhora de Guadalupe é celebrada neste domingo, 12. O missionário comboniano, padre Carlos Naldi, recorda que este título mariano surgiu em 1531, após aparição de Nossa Senhora ao índio Juan Diego. O jovem rezava pelo tio que enfrentava uma grave enfermidade, quando teve a visão de uma mulher de manto reluzente.

O sacerdote italiano de 91 anos, que está no Brasil há 48 anos, recorda que Maria disse a Juan Diego em língua asteca: “Não deixe o seu coração perturbado. Eu não estou aqui? Não temas esta enfermidade ou angústia. Eu não sou sua Mãe? Você não está sob minha proteção?”.

Leia mais
.: Na festa da Virgem de Guadalupe, Papa exalta a fé de Maria
.: Contemplar Maria e transformar nossa vida em um dom, pede Papa

Os espanhóis ao traduzirem a fala de Maria ao índio, interpretaram que seria ela a Virgem de Guadalupe, já venerada na Espanha, explica o presbítero. “Ela é a Senhora da Saúde e da Vida”, complementa.

Propagação do título mariano

Foi no ano de 1945, que padre Carlos Naldi aponta que o Papa Pio XII declarou a Virgem de Guadalupe como Padroeira de toda a América. O Papa João Paulo II, em 1979, consagrou toda a América a Nossa Senhora de Guadalupe . Em 1990, beatificou Juan Diego e, em 2002, o canonizou.

Tudo isso, de acordo com o sacerdote, contribuiu para a difusão da devoção a este título mariano. Papa João Paulo II, recorda padre Carlos, visitou o Santuário dedicado a Nossa Senhora de Guadalupe, no México, por quatro vezes. O fato do Pontífice demonstrar sua fé na Virgem de Guadalupe é também um fator de extrema importância, sublinha.

“Este título espalhou-se e está se espalhando por mais países da América, embora todos eles tenham um título mariano de particular devoção”, afirma. O sacerdote ressalta os EUA. De acordo com ele, no país, por conta da grande migração dos mexicanos, Nossa Senhora de Guadalupe tem se tornado cada vez mais conhecida.

Devoção particular

“Eu pessoalmente me considero devoto de Nossa Senhora de Guadalupe. (…) Esta devoção entrou em profundidade quando cheguei aqui no Brasil”, comenta padre Carlos. O sacerdote recorda que andou pelo país exercendo uma atividade missionária durante 16 anos. Neste período, conta que teve a graça de visitar várias vezes o Santuário de Nossa Senhora de Guadalupe no país próximo (México).

A maior manifestação de Nossa Senhora de todos os tempos se refere à história de Nossa Senhora de Guadalupe. “Deus assinou a sua manifestação por meio de milagres”, disse padre Carlos em referência ao manto de Juan Diego que, segundo a história da Virgem do México, surgiu estampado com uma bela imagem de Nossa Senhora de Guadalupe enquanto o índio tentava provar a veracidade de sua aparição à Igreja local.

Depois de ler e estudar sobre este título mariano, o sacerdote destaca ter compreendido o valor da Virgem de Guadalupe para a evangelização do continente Americano.

A partir de 1950, quando a Igreja reconheceu os milagres e fenômenos sobrenaturais contidos no manto de Juan Diego, Nossa Senhora do México foi considerada inspiradora de inúmeras obras missionárias.

Obras

“Minha devoção ficou então mais forte, profunda e fundamentada. Em 1998, em Rondônia, construí lá um pequeno templo dedicado a Nossa Senhora de Guadalupe”. O objetivo era fazer com que os fiéis conhecessem mais este título. “Comecei a distribuir centenas de quadros da Virgem.”

Em São José do Rio Preto (SP), o sacerdote ergueu um pequeno santuário para incentivar também a devoção naquele local. “Ali acreditei ainda mais profundamente neste título. A Virgem de Guadalupe tem o poder de defender e proteger as famílias, sendo canal de muitos milagres”, aponta.

Padre Carlos fundou, então, um instituto que se interessa unicamente e profundamente em divulgar a devoção a Nossa Senhora de Guadalupe e inspirar grandes obras missionárias: a Missão Guadalupe.

missa gudalupe missao guadalupe Instituto missionário propaga devoção a Virgem de Guadalupe e sua missão

Livro escrito por Padre Carlos Naldi sobre a Missão Guadalupe/ Foto: Missão Guadalupe

Missão Guadalupe

A Missão Guadalupe foi fundada em 2 de outubro de 2011. É uma comunidade focada nos leigos e no trabalho que podem desempenhar de forma social e em prol da evangelização. Em 2017, o instituto ganhou uma maior força quando iniciou uma parceria em acampamentos locais com a Comunidade Canção Nova. “Ganhamos muitas pessoas qualificadas e preparada para trabalhar conosco”.

“A comunidade cresceu milagrosamente. Começamos a fazer acampamentos e pensamos em aproximadamente 30 projetos caritativos. Entre 15 e 20 estão sendo praticados de forma local e nacional”, revela.

Defesa e promoção da vida das pessoas mais necessitadas e afastadas da Igreja. Esta é a missão da Virgem de Guadalupe adotada pela comunidade fundada pelo padre Carlos. A Missão Guadalupe tem se espalhado pelo país e fora dele. Recentemente ela chegou à Alemanha e será iniciada em Portugal em 2022.

Colo de Maria

joicy missao guadalupe arquivo pessoal Instituto missionário propaga devoção a Virgem de Guadalupe e sua missão

Uma das coordenadoras do projeto da Missão Guadalupe, Joicy Nunes/ Foto: Arquivo Pessoal

O projeto Colo de Maria, que cuida de aproximadamente 350 famílias, é um dos destaques da Missão Guadalupe. O trabalho é coordenado por Joicy Nunes e Juliana Chaim. Joicy é devota de Nossa Senhora de Guadalupe e conta que passou a conhecer este título mariano depois de participar de um acampamento da Missão Guadalupe em 2017.

Um dos primeiros projetos da Missão Guadalupe, o Colo de Maria acolhe gestantes e famílias que estão em vulnerabilidade social, explica a coordenadora. Ela conta que o grupo cuida das mães que também pensam em abortar, dando suporte psicológico, fornecendo enxovais e, com a pandemia, ajudando na alimentação das famílias e das crianças.

Com estes gestos, a coordenadora do Colo de Maria afirma que o projeto não é um assistencialismo, mas uma forma de evangelizar.

O post Instituto missionário propaga devoção a Virgem de Guadalupe e sua missão apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 10 Dec 2021 10:40:33 +0000