Hospital do Vaticano realiza primeiro transplante de coração de doador covid positivo

O transplante, autorizado pelo Centro Nacional de Transplantes, é o primeiro caso pediátrico do mundo

Da redação, com Vatican News

capa 2021 06 10T103852.846 Hospital do Vaticano realiza primeiro transplante de coração de doador covid positivo

Equipe no momento do transplante./ Foto: Reprodução Instagram Bambino Gesú @ospedalepediatricobambinogesu

O Hospital Bambino Gesù, do Vaticano, realizou um transplante de órgão de um doador SARS-CoV-2 positivo para um paciente negativo. Foi o primeiro transplante pediátrico de coração de doador covid positivo no mundo.

De acordo com um comunicado de imprensa emitido pela instituição, o menino de 15 anos, que recebeu um novo coração, foi tratado com anticorpos monoclonais para eliminar o risco de desenvolver covid. O comunicado explica que o procedimento requer a aprovação tanto do Centro Nacional de Transplantes (NTC) quanto da Agência Farmacêutica Italiana (AIFA).

O professor Antonino Amodeo, do Bambino Gesù, explica que “na pediatria, é mais complicado encontrar um coração compatível para transplante do que em adultos. No ano passado, devido à pandemia e às restrições adotadas para combater a propagação do vírus, essas dificuldades aumentaram ainda mais. Encontrar um coração compatível para um transplante muitas vezes é uma oportunidade única. Por isso fizemos de tudo para que o menino da lista de espera recebesse o órgão que estava esperando. É uma escolha em que podemos fazer a diferença entre a vida e a morte.”

A operação

O paciente de 15 anos que foi submetido ao transplante cardíaco tinha cardiomiopatia dilatada, uma condição que prejudica a capacidade do coração de bombear sangue de forma eficiente para o corpo. A frequência da doença na população adulta em geral é de cerca de 1 em 2.500 casos, mas em crianças é considerada rara, com 0,57 casos por 100.000 pessoas.

O adolescente estava na lista de espera para transplante desde setembro do ano passado. Suas condições pioraram e ele foi submetido a uma cirurgia para implantar um coração artificial, “uma solução de ponte que salva vidas enquanto espera por um coração compatível para um transplante”.

6 transplantes de coração em 2 semanas

Em apenas duas semanas, de 4 a 19 de maio, as equipes médicas do Departamento de Cirurgia Cardíaca, Cardiologia e Transplante Coração-Pulmão do Hospital realizaram um total de 6 transplantes cardíacos.

O post Hospital do Vaticano realiza primeiro transplante de coração de doador covid positivo apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Thu, 10 Jun 2021 13:49:55 +0000

Open chat