Dom Kontidis: visita do Papa à Grécia foi ‘oportunidade de unidade'

O arcebispo de Atenas descreve a Viagem Apostólica de Francisco à Grécia como um apelo à unidade, não só entre, mas também entre os cristãos de diferentes denominações

Da redação, com Vatican News

A presença do Papa Francisco na Grécia, segundo o arcebispo Theodoros Kontidis, de Atenas, foi “um apelo” a todos os católicos do país “pela unidade” e por “uma renovação da fé”.

Em conversa com o Vatican News, o Arcebispo Kontidis observou que a mensagem do Papa Francisco sempre vem do Evangelho. Para sua comunidade, formada por expatriados de todo o mundo, “é importante que todos nós nos unamos ao Papa e nos sintamos uma Igreja unida pela nossa fé e pelo próprio Cristo”, disse.

Oportunidade de lembrar herança

O arcebispo Kontidis também se referiu à visita do Papa como “uma oportunidade” para aqueles que se distanciaram, ou mesmo deixaram, a Igreja. “É uma chamada para lembrar a fé católica”, observou, bem como recordar a herança que cada católico recebeu de sua família.
O arcebispo explicou que isso é especialmente importante para os gregos, que vivem em uma cultura laica em suas vidas diárias.

Às vezes “esquecemos nossa alma, nossa dimensão religiosa e nossa fé”. Por esta razão, é tão importante “unir e aceitar a nossa renovação da fé e da vida cristã como o corpo de Cristo”, ponderou.

Uma chance de união

Dom Kontidis lembrou que esta visita é também uma oportunidade para recordar a unidade daqueles que acreditam em Cristo, “especialmente entre católicos e ortodoxos”.
“Somos a mesma fé”, disse o Arcebispo, “com as mesmas tradições” e até os mesmos sacramentos. No entanto, também há alguma relutância e distância das Igrejas Ortodoxas em cultivar relações ecumênicas, acrescentou.

As Igrejas Ortodoxas mantêm distância porque “não gostam de mudar as coisas”, disse o religioso. Dom Kontidis explicou que eles temem as reformas porque são “difíceis de administrar” nas Igrejas Ortodoxas pois “não há um poder central”.

“Cada mudança é vista como uma ameaça à unidade da Igreja”, afirmou. Mas a questão da unidade entre os cristãos e entre todos aqueles que acreditam em Cristo “é muito importante”, especialmente “quando compartilhamos a mesma fé e a mesma teologia sobre os sacramentos”.

Por isso, concluiu Dom Kontidis, “devemos tentar sempre e nunca desistir”. É nosso dever, disse ele, e “vem do próprio Cristo, que deseja que seus discípulos se unam”.

O post Dom Kontidis: visita do Papa à Grécia foi ‘oportunidade de unidade’ apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Mon, 06 Dec 2021 18:02:45 +0000