Cuidar dos enfermos é uma forma concreta de amor, destaca bispo

Com o Dia Mundial do Doente, Igreja recorda necessidade de cuidado e misericórdia para com os enfermos

Nathália Cassiano
Da Redação

Design sem nome 1 1 Cuidar dos enfermos é uma forma concreta de amor, destaca bispo

Dia Mundial dos enfermos é celebrado nesta sexta-feira, 11 / Foto: Dean Mitchell by GettyImages

Estar próximo dos doentes, cuidando com afeto e expressando a misericórdia de que carecem. O Dia Mundial do Doente, celebrado nesta sexta-feira, 11, há 30 anos propõe essas reflexões, recordando que assistir os doentes é também um encontro com Cristo, um gesto de misericórdia.  

Em sua mensagem para a data deste ano, o Papa Francisco enfatiza a misericórdia e o caminho de caridade ao lado dos enfermos. O tema e lema são: “Sede misericordiosos como o vosso Pai é misericordioso” (Lc 6, 36).
Colocar-se ao lado de quem sofre num caminho de caridade”. 

Leia também
.: Papa pede cuidado médico e espiritual aos doentes
.: Mensagem do Papa Francisco para o Dia Mundial do Doente 2022

Resposta ao sofrimento

“Esta data surgiu 30 anos atrás com o Papa João Paulo II, logo após ter lançado a encíclica do sofrimento humano visando a necessidade de dar uma resposta ao sofrimento e à dignidade humana de um doente”, explica o bispo referencial da Pastoral da Saúde de Campos (RJ), Dom Roberto Ferreria Paz. 

O convite é o comprometimento com os enfermos, em levar o Evangelho da solidariedade, levar Jesus que é o próprio médico dos médicos, acrescenta o bispo. Ele frisa ainda que assistir os enfermos é uma forma concreta de demonstrar o amor. “Encontrar-se com os doentes é um privilégio, é uma ação curadora e transformadora”, diz  Dom Roberto. 

“O leito é outro lugar onde se consuma a salvação. Como Cristo, os cuidadores devem tocar na miséria de cada doente, pois faz o doente ter esperança, o que é fundamental para levantar um doente”, completa o bispo. 

Misericórdia

O coordenador da Pastoral da Saúde, Alex Motta, destaca que o convite de Jesus a ser misericordiosos como o Pai – presente no tema da mensagem deste ano –  adquire um significado particular para os profissionais de saúde. Ele lembra que, ao longo destes trinta anos, a Pastoral da Saúde viu o seu serviço ser cada vez mais indispensável.

Como Igreja, lembra Alex, a pastoral não deixa de animar todos que vivem esta missão, pois todos passam por situações entre a vida e a morte. Ele destaca também que visitar os enfermos é um convite feito por Cristo a todos os seus discípulos. “Quantos doentes e quantas pessoas idosas vivem em casa e esperam por uma visita”, recorda Alex. 

O lugar de Maria na Igreja como discípula na ação Pastoral

Neste mesmo dia, a Igreja comemora o dia de Nossa Senhora de Lourdes, a discípula da misericórdia. Com esse título mariano, Nossa Senhora é padroeira de todos os doentes. 

“Maria, no seu SIM, faz-se discípula do Filho de Deus, acolhe a Palavra, aceita e a guarda no seu coração. Ser presença misericordiosa na vida dos irmãos sofredores”, conclui Alex.

O post Cuidar dos enfermos é uma forma concreta de amor, destaca bispo apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 11 Feb 2022 12:57:10 +0000