Campanha de Natal arrecada roupas para crianças sírias e libanesas

Campanha é promovida pela Fundação Ajuda à Igreja que Sofre

Da redação, com ACN

capa Campanha de Natal arrecada roupas para crianças sírias e libanesas

Crianção Sírias e Libanesas receberão roupas, frutos da Campanha de Natal./ Foto: Divulgação ACN

A Fundação Pontifícia de Caridade Internacional ACN – Ajuda à Igreja que Sofre – deu início à tradicional campanha de Natal, que neste ano traz os projetos “Roupas para as crianças no Natal”. A iniciativa visa entregar vestuário para crianças pobres na Síria e no Líbano. Há também o “Natal dos Refugiados”, que apoia o Natal de famílias deslocadas na África (Moçambique, Nigéria e Burkina Faso) e no Oriente Médio (Jordânia, Líbano e Síria).

Roupas para as crianças

Atualmente, crianças na Síria e no Líbano passam frio com o rigoroso inverno nestes países. Depois de tantos anos de guerra, o povo está perdendo a esperança. As pessoas enfrentam uma fila de horas por pão, água potável ou óleo diesel para aquecimento das casas. A situação piora ao contarem com uma renda média mensal por família em torno de 190 reais. Crianças catando lixo não é mais uma cena rara. Uma mãe de três filhos, cujo marido está doente, confessa: “Eu vendi meus cabelos por alguns litros de óleo para o aquecimento da casa e por algumas peças de roupa para as crianças.”

O projeto na Síria

A Irmã Annie Demerjian, das Irmãs de Jesus e de Maria, na Síria, conhece o fardo dessas famílias e, junto com a ACN, está organizando um Natal diferente: 30 mil crianças pobres em Damasco, Alepo, Homs e de outras localidades vão ter motivos para sorrir ao ganhar um presente: roupas novas.

“É um gesto que queremos levar a essas crianças, mostrando que elas não são diferentes das outras crianças”, diz a freira. As roupas foram encomendadas em 40 alfaiatarias, principalmente em Alepo, o que já é um presente de Natal para as pessoas que lá trabalham: porque, graças a essa encomenda, elas poderão alimentar suas famílias.

Líbano

No Líbano, país vizinho, a dramática crise econômica, a pandemia e a tremenda explosão no porto de Beirute, que devastou parte da cidade em agosto de 2020, colocaram o país de joelhos. E, de lá para cá, a situação só piorou. Quem consegue emigrar, emigra. Quem permanece, encontra um custo de vida muito difícil, com alimentos caros e mais da metade da população na pobreza.

Nesse cenário, 15 mil crianças carentes também poderão sorrir com seus presentes: uma calça nova e uma camisa, que serão entregues numa pequena comemoração nas suas paróquias. Gestos simples, mas que alimentam a esperança de quem mais precisa.

Natal dos Refugiados

Quando Jesus nasceu, as portas estavam fechadas para acolher a Sagrada Família. Hoje, assim como naquela época, milhões de cristãos no mundo inteiro não poderão celebrar o Natal porque foram expulsos de suas casas, são perseguidos e não encontram portas abertas que os possam acolher.

Hoje, mais de 82 milhões de pessoas no mundo foram obrigadas a abandonar seus lares. Cada número é uma vida, uma história de perda, trauma e sofrimento. Quando entramos em 2021, o número de pessoas deslocadas à força devido às perseguições, conflitos, violência e violações dos direitos humanos era o maior já registrado (de acordo com dados do ACNUR). A África viu o maior aumento de deslocados internos e a Síria ainda é o país onde o maior número de pessoas foram forçadas a fugir.

A ACN apoia famílias deslocadas, atendendo às suas necessidades básicas e cuidando da educação de crianças e jovens. Mas essas pessoas também têm sede de Deus, dos Sacramentos, da Palavra e do Amor. A presença e o esforço incansável das irmãs, dos sacerdotes, dos catequistas e muitos outros são uma verdadeira fonte de consolo e de esperança. Ao atenderem às suas necessidades, eles enchem os corações dos cansados, traumatizados, enlutados e famintos com fé renovada – eles renovam a esperança de um futuro melhor.

Como ajudar

“Roupas para as crianças no Natal” – O preço médio destes presentes para as crianças, tanto na Síria como no Líbano, é de 80 reais. Ajudar é uma bela oportunidade de irmos ao encontro de Deus nesse Natal e conseguirmos sorrisos de gratidão. Acesse: https://www.acn.org.br/projeto-siria-e-libano-roupas-para-as-criancas-no-natal/

“Natal dos Refugiados” – A ACN quer socorrer essas pessoas refugiadas/deslocadas de seus países a não perderam a esperança e a bênção do Natal. Para eles, a doação é o único presente de Natal. Acesse: https://www.acn.org.br/natal-dos-refugiados/

A ACN

A ACN é uma Fundação Pontifícia que auxilia a Igreja por meio de informações, orações e projetos de ajuda a pessoas ou grupos que sofrem perseguição e opressão religiosa e social ou que estejam em necessidade. Fundada no Natal de 1947, a ACN tornou-se uma Fundação Pontifícia da Igreja em 2011.

Todos os anos, a instituição atende mais de 5.000 pedidos de ajuda de bispos e superiores religiosos em cerca de 140 países, incluindo: formação de seminaristas, impressão de Bíblias e literatura religiosa – incluindo a Bíblia da Criança da ACN com mais de 51 milhões de exemplares impressos em mais de 190 línguas; apoia padres e religiosos em missões e situações críticas; construção e restauração de igrejas e demais instalações eclesiais; programas religiosos de comunicação; e ajuda aos refugiados e vítimas de conflitos.

O post Campanha de Natal arrecada roupas para crianças sírias e libanesas apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Tue, 07 Dec 2021 17:23:51 +0000