Bispo do Cazaquistão agradece ao Papa por apelo em prol da paz no país

Dom Adelio Dell’Oro agradeceu as palavras do Papa Francisco depois do Angelus deste domingo, 9. Nesta segunda-feira, 10, foi estabelecido um Dia nacional de luto pelas vítimas dos protestos no país

Vatican News

Vela Advento Bispo do Cazaquistão agradece ao Papa por apelo em prol da paz no país

Foto: congerdesign por Pixabay

“Agradecemos ao Papa por rezar pelo povo cazaque em um momento tão delicado. Nós também nos unimos a esta oração: esta manhã, o bispo auxiliar Evgenij Zinkowski, a irmã Alma Dzamova e eu celebramos uma missa em memória das vítimas dos últimos dias. Foi estabelecido um Dia Nacional de Luto pelas vítimas para 10 de janeiro”. São palavras de Dom Adelio Dell’Oro, bispo da diocese de Karaganda, referindo-se às preocupantes notícias vindas do Cazaquistão, onde há dias vem ocorrendo uma revolta social.

Os acontecimentos entristeceram o Papa Francisco. Neste domingo, 9, após recitar a oração do Angelus, o Pontífice disse: “Recebi com tristeza a notícia que houve vítimas durante os protestos que eclodiram nos últimos dias no Cazaquistão. Rezo por eles e por suas famílias, e espero que a harmonia social seja restaurada o quanto antes através da busca do diálogo, da justiça e do bem comum. Confio o povo cazaque à proteção de Nossa Senhora, Rainha da Paz de Oziornoje”.

Os protestos

O protesto começou na madrugada de 5 de janeiro. Ele afetou várias cidades cazaques, mas seu epicentro foi Almaty, a capital financeira do Cazaquistão. As manifestações se tornaram imediatamente violentas. Foram registrados dezenas de manifestantes e policiais feridos ou mortos.

O governo impôs um estado de emergência, que terminará em 19 de janeiro. Até lá, não é possível organizar reuniões e encontros que resultem em aglomerações.

Situação atual

Atualmente, portanto, a possibilidade de participar de celebrações eucarísticas também é proibida. Dom Dell’Oro conta: “Em Karaganda, a situação nunca foi tão crítica como em Almaty: aqui, houve protestos pacíficos que se dispersaram imediatamente. Mas encontramos muitos problemas relacionados com a falta de conexão à Internet, o que torna impossível fazer pagamentos por caixa eletrônico, por isso muitos não puderam ir às compras nos últimos dias. Agora, lentamente e por apenas algumas horas por dia, a conexão está voltando e esperamos que a normalidade volte em breve”.

Há quatro dioceses católicas no Cazaquistão, com um total de 70 paróquias. Os sacerdotes presentes em todo o país são 91, incluindo 61 diocesanos e 30 religiosos. Os católicos representam uma pequena minoria: de acordo com dados oficiais fornecidos pelo Ministério das Relações Exteriores do Cazaquistão, dos mais de 17 milhões de habitantes do país, cerca de 26% são cristãos, e 1% destes são católicos.

(com Agência Fides)

O post Bispo do Cazaquistão agradece ao Papa por apelo em prol da paz no país apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Mon, 10 Jan 2022 10:43:16 +0000