Arcebispo de Mandalay, em Mianmar, agradece apoio do Papa

O povo em Mianmar se sente encorajado quando o Papa fala, diz arcebispo; Papa fez novo apelo ontem diante de crise no país

Da Redação, com Agência Fides

O arcebispo de Mandalay, Mianmar, Dom Marco Tin Win, expressa gratidão ao Papa Francisco pelas palavras de apoio frente à crise no país. Após o Angelus deste domingo, 20, o Santo Padre fez um novo apelo.

“Somos muito gratos ao Papa Francisco. Quando o Pontífice fala, a população de Mianmar se sente encorajada e comovida. Não somente os católicos, mas também as pessoas de outras religiões. É um apoio muito importante para todos nós nesta tragédia”, declarou à Agência Fides.

Ontem, o Papa se uniu ao apelo dos bispos de Mianmar. Após o golpe militar em 1° de fevereiro passado, o conflito civil está se difundindo em muitos lugares do país. Francisco atentou para a “experiência angustiante” da população e pediu pela proteção dos corredores humanitários e lugares de culto. “Que o coração de Cristo toque o coração de todos, levando a paz a Mianmar!”, concluiu o Papa.

Leia também
.: Papa reitera apelo por Mianmar: também me ajoelho, que pare a violência
.: Em Roma, Papa Francisco celebra Missa com os fiéis de Mianmar 

Dom Win repete o apelo. “Pedimos sinceramente a todos: ouçam a voz do Papa, ponham fim à violência!”. O religioso confirma a situação de sofrimento do povo na diocese de Mandalay e em outros territórios. Mulheres, crianças, idosos, doentes estão deslocados e sofrem com a violência. “O exército também queimou a ajuda humanitária e isso é uma grande crueldade para com o povo inocente”, afirmou.

O arcebispo comentou ainda a participação dos jovens nos protestos. Ele destacou que os protestos começaram pacificamente e foram reprimidos ferozmente. Hoje, os jovens não veem outra opção se não se defenderem com as armas. “A Igreja prega e sempre pede a paz, e hoje assistimos à tragédia do sangue do nosso próprio povo derramado em solo birmanês”.

Dom Win conclui pedindo orações. “Podemos somente levantar os braços ao céu e invocar o Altíssimo Onipotente dizendo: escuta-nos, salva-nos. O nosso último refúgio é a oração. A Igreja em Mianmar está ajudando com todos os meios a população pobre, vulnerável, indefesa e continua a rezar intensamente pela paz”.

O post Arcebispo de Mandalay, em Mianmar, agradece apoio do Papa apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Mon, 21 Jun 2021 14:15:24 +0000

Open chat