Após China, Itália se prepara para sediar Jogos de Inverno de 2026

Várias cidades do norte do país receberão o megaevento esportivo; Cerimônia de encerramento dos Jogos de Pequim aconteceu neste domingo, 20

Da redação, com Ansa

jogos de inverno reprodução Thomson Reuters Após China, Itália se prepara para sediar Jogos de Inverno de 2026

Cerimônia de encerramento dos Jogos de Inverno /Foto: Reprodução – Thomson Reuters

Após a cerimônia de encerramento dos Jogos Olímpicos de Pequim, na China, realizada neste domingo, 20, os olhos do mundo dos esportes gelados voltam-se para a Itália. O país sediará próxima edição do megaevento esportivo pela terceira vez na história.

As Olimpíadas de Cortina d’Ampezzo e Milão de 2026, duas cidades localizadas no norte do país no Vêneto e na Lombardia, respectivamente, envolverão ainda outros municípios localizados nas regiões – e no Trentino-Alto Ádige.

Enquanto a abertura será realizada no estádio San Siro, casa da Inter e do Milan, na capital da Lombardia, a cidade de Verona será a responsável pela cerimônia de encerramento, que ocorrerá na famosa Arena, o anfiteatro romano mais bem preservado do país.

Programação das Olimpíadas

De acordo com a programação das Olimpíadas, Milão sediará as competições indoor, como hóquei sobre o gelo, patinação artística e patinação de velocidade em pista curta. Cortina d’Ampezzo, popularmente chamada de “Pérola das Dolomitas”, receberá as provas de curling, bobsled, trenó, skeleton e esqui alpino feminino.

Além das duas cidades que carregam o nome da candidatura italiana, o pequeno município de Livigno, um vale lombardo na fronteira com a Suíça, vai sediar as etapas de snowboard e esqui estilo livre, enquanto a vizinha Bormio terá provas do esqui alpino masculino.

Diversas cidades do extremo-norte da Itália estarão envolvidas nos Jogos de 2026. Na província de Bolzano, Anterselva receberá o biatlo; já na província de Trento, Tesero terá o esqui de fundo e Predazzo contará com provas do salto com esqui. Por fim, Baselga di Pinè sediará a patinação de velocidade.

Tirando Milão e Verona, todas as outras sedes das Olimpíadas de Inverno estão localizadas na Cordilheira das Dolomitas, uma das regiões mais bonitas e visitadas da Itália.

16 modalidades

No total, os Jogos de 2026 terão 16 modalidades olímpicas e outras seis paralímpicas. Os custos da próxima edição serão de cerca de 1,3 bilhão de euros, sendo que 400 milhões vão ser encaminhados pelo Comitê Olímpico Internacional (COI).

O megaevento esportivo, previsto para os dias 6 e 22 de fevereiro de 2026, acontecerá pela terceira vez em solo italiano. A primeira foi na própria Cortina d’Ampezzo, em 1956, e a segunda foi disputada em 2006, em Turim. (ANSA).
   

O post Após China, Itália se prepara para sediar Jogos de Inverno de 2026 apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Sun, 20 Feb 2022 15:53:50 +0000