36ª Semana do Migrante termina neste sábado, Dia Mundial do Refugiado

“Quem bate à nossa porta?” foi a reflexão proposta para essa Semana do Migrante, que começou no último domingo, 13

Da Redação, com CNBB

cartaz semana do migrante 36ª Semana do Migrante termina neste sábado, Dia Mundial do RefugiadoTermina, neste sábado, 20, Dia Mundial do Refugiado, a 36ª Semana do Migrante, sobre o tema “Migração e diálogo”. O lema adotado apresenta um questionamento bíblico: “Quem bate à nossa porta?”.

A Semana começou no último domingo, 13, e convida a ser uma Igreja em saída, com atenção e solidariedade aos migrantes. O período de reflexão acontece anualmente sob realização da Comissão Episcopal Pastoral para a Ação Sociotransformadora da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) e do Serviço Pastoral dos Migrantes (SPM).

Leia também
.: Ninguém pode ficar indiferente ao sofrimento dos migrantes, diz Papa
.: Devemos mudar a forma de ver a migração, afirma o Papa

O material base foi organizado a partir do método “Ver” (com os rostos e as histórias que se refletem em estatísticas os fluxos migratórios). Já o “Julgar” convida, à luz dos textos bíblicos, à promoção da migração em diálogo. O “Agir” acena sobre a necessidade de ir além e abrir-se a quem bate à porta.

“Não basta o reconhecimento da pluralidade; não basta a coexistência pacífica com o diferente; não basta o diálogo. O conceito de compromisso tem a ver com um programa de atividades centradas nas causas dos migrantes e refugiados. Aqui estão em jogo as ações sociopastorais e os atores”, sugere o Texto Base.

Atividades ao longo da semana

Atividades on-line e presenciais acontecem em todos o país. A diocese de Roraima, por exemplo, preparou uma extensa programação por meio da Articulação dos Serviços aos Migrantes. Este é uma rede que reúne serviços, organismos eclesiais e pastorais.

A programação começou com missa de abertura no domingo passado na Catedral Cristo Redentor e segue até amanhã, 20, Dia Mundial do Refugiado. Dentre as atividades presenciais estão, por exemplo, serviços de saúde. Toda a programação alusiva à Semana do Migrante está disponível no site da diocese de Roraima e também poderá ser acompanhada nas redes sociais.

“Mesmo que as estatísticas apontem números cada vez mais alarmantes de migrantes e refugiados atravessando as fronteiras diariamente, essa questão não se trata apenas de números. São rostos, são vidas, histórias de superação em busca do básico para manter alimentação e saúde, em muitos casos, buscando o mínimo para sobreviver”, explicou o bispo de Roraima, Dom Mario Antonio, 2º vice-presidente da CNBB.

Dom Mario, que também é presidente da Cáritas Brasileira, fez um grande apelo à sociedade roraimense e convidou todos a vivenciar a 36ª Semana do Migrante, neste tempo de pandemia, com o olhar misericordioso a quem bate à nossa porta.

O post 36ª Semana do Migrante termina neste sábado, Dia Mundial do Refugiado apareceu primeiro em Notícias.

Fonte: Canção Nova
Data: Fri, 18 Jun 2021 10:58:05 +0000

Open chat