A difícil vocação de ser católico

Não há dúvidas que a Igreja Católica é a mais perseguida do mundo. Desde o início do Cristianismo até os nossos dias, cristãos  católicos continuam seguindo os passos do Seu Fundador: O Homem Deus Ressuscitado, o Cristo Crucificado!

Nestas últimas semanas de Julho aconteceram episódios bárbaros com cristãos católicos no mundo inteiro. A mídia, grande veículo desta perseguição descarada, continua a lançar seus venenos desmedidamente…

A sede do episcopado belga foi invadida, os bispos agredidos e os túmulos da catedral de Bruxelas profanados. 

Na Mongólia, um sacerdote e uma religiosa (de apenas 31 anos) foram cruelmente assassinados por cuidar de crianças e idosos pobres. 

Os deputados da Assembléia Nacional Venezuelana, e o presidente Chávez, ofenderam o Cardeal Jorge Savino. Nenhuma providência foi tomada…

O Bispo de Hebei na China foi preso treze vezes pelos comunistas desde 2004 até agora. Dom Giulio Jia Zhiguo, foi liberto no início do mês. Algum meio de comunicação deu esta notícia? 

O Cardeal de Buenos Aires, na Argentina, denunciou o tráfico humano e sexual vergonhoso na capital do país. Alguém disse isso? Mas, a mídia fez questão de veicular a notícia, que aprovada a lei do casamento homossexual naquele país, havia um sacerdote (que já não exerce o ministério) que isoladamente foi a favor de tal situação.

E o Projeto “Ficha Limpa” contra a corrupção dos nossos políticos que foi liderado pela Igreja Católica do Brasil. Alguém disso falou? Vocês sabiam que a Igreja, também na semana passada, entregou através da Pastoral Carcerária ao governo brasileiro um “Relatório sobre tortura” nos nossos presídios? 

Alguém sabe que desde de 19 de Maio, a Igreja em Cuba está  dialogando com o governo para a libertação dos presos políticos, e que muitos já foram libertados?  

O Brasil divulgou a notícia trágica do assassinato do Bispo Italiano em Maio, na Turquia mulçumana, nas vésperas da Viagem do Papa a Ilha de Cipre?

Alguém de vocês sabe que as fotos e estátuas de Cristo e do Papa estão sendo pichadas, ridicularizadas e destruídas publicamente na Índia?  

A TV brasileira falou da catequista que teve suas mãos decepadas na semana passada no Iraque? E do enfermeiro que foi assassinado também lá essa semana só porque era católico?

Quantas vezes, neste último mês, o Papa pediu à comunidade internacional em favor da minoria cristã no Oriente Médio que está sendo massacrada pelos fundamentalistas. O Papa tem pedido apenas liberdade religiosa. Quem o tem ouvido?

Por que quase todos os jornais de hoje, afirmaram que a Santa Sé em Roma havia comparado o grave crime do delito de abusos contra os menores com a questão da ordenação de mulheres? Quem disse isso? Aonde está escrito tal coisa? O fato das duas questões estarem no mesmo documento, não significa que estejam sendo comparados ou igualados. 

Nesta penúltima semana, outros dois cristãos católicos foram mortos no Paquistão por muçulmanos que os acusaram de blasfêmia somente porque levavam a Bíblia. Ainda no México, quatro granadas foram lançadas sobre um convento de irmãs em Guadalajara. E para terminar a semana, Hugo Chávez proibiu a única emissora católica no país.   

Aguentem firmes verdadeiros católicos! Como às vezes é engraçado ser católico no Brasil…O país nos chama de retrógrados  e trogloditas, os protestantes dizem que nós católicos somos mundanos e podemos fazer tudo…

Na verdade, somos a única voz que se levanta divergindo deste dilúvio maldito que vai varrendo este mundo de hoje que cada vez mais se assemelha a Sodoma e Gomora. Onde estão os outros cristãos? Quando se levantarão?

Termino, exortando-os com as palavras do Papa no último dia 29 de Junho: “Os santos apóstolos Pedro e Paulo vos obtenham que ameis cada vez mais a santa Igreja, Corpo místico de Cristo Senhor e mensageira de unidade e da paz para todos os homens. Vós obtenham também que ofereçais com alegria para a sua santidade e missão as fadigas e os sofrimentos suportados pela fidelidade ao Evangelho”.

Por Padre Dudu
@dudueduardobraga

Open chat